Menu

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Cada Streak Uma Vitória

caderno do Burguês
Quem me conhece sabe que eu sempre ando acompanhado do meu pequeno caderno de anotações. Ele é bem parecido com um Moleskine, a maior diferença é que um custou R$7 enquanto o outro custava R$90. Claro que as coisas mudaram. Hoje o simplório caderninho que carrego vale, com absoluta certeza, mais de R$500 - eu definitivamente pagaria isso pra reavê-lo - enquanto o Moleskine continua custando R$90, mas nunca conheci ninguém que pagasse isso. Mais uma prova irrefutável de que tudo o que eu compro valoriza.

Dentro do meu caderninho eu guardo planos, ideias, desenhos, dados e informações de assuntos "aleatórios" interessantes, citações, analises de relatórios empresariais, diálogos reais, diálogos potenciais, uma linda arte feita pela minha mãe pra "quebrar" o clima sistemático que reflete em tudo que tenho, respostas bem sacadas de sitcoms, posts futuros que ainda precisam ser lapidados e a secção mais importante pra mim atualmente - Streaks.

Tirei a ideia do Duolingo. Cada dia que você realiza uma tarefa até às 00:00 sem deixar passar em branco, você acumula um ponto - pode ser traduzido como "em série". Quando alguém está invicto, usam a expressão que aquele alguém está em uma winning streak.

Eu gostei da ideia e decidi adotá-la no dia a dia. Coloquei todas as tarefas que tinha como meta realizar de forma consecutiva dia após dia. O livro só tem 1 porque terminei de lê-lo em um dia, faltavam apenas 80 páginas quando comecei com essa história de streak. Pra mim isso vem dando certo. É um jeito de tornar quantitativo meus bons hábitos. Todo dia eu tenho que sentar e ticar o que eu fiz.

streaks do Burguês
Essa técnica é especialmente boa para quem quer adquirir novos hábitos e solidificá-los. Os resultados no longo prazo são sempre visíveis. Quando comecei a fazer os exercícios com o hand gripper, utilizava o de 15kg e achava difícil. Alguns dias de treino consecutivos foram suficientes para eu passar para o de 25kg e agora estou tentando me adaptar ao de 50kg (consigo 30 reps, a meta são 100 por lado). No francês consegui mais de 10% de fluência (de acordo com o Duolingo) - agora totalizo 37% - nada mal para quem não entendia uma palavra até o final do ano passado. Boxe então, nem se fala. Me desenvolvi muito rapidamente para os meus padrões, meu jab já ta matador. Só falta agora começar a ler outro livro para aumentar meu repertório.

A ideia é simples e funcional. Apenas não coloque muitas coisas pra fazer logo de primeira. Vá adicionando conforme se adapta a sua própria rotina. Você pode adicionar o que quiser. Quer aprender poker? 1h ao dia de Poker Stars e em 1 mês você já terá visto mais jogos que todos os jogadores profissionais que viveram até os anos 2000. Gostaria de aprender piano? Uma língua nova? Cuidar da sua pele? Estudar uma matéria especifica? Fortalecer aquele joelho frágil com um pouco de isometria? Fazer um curso online? Ler um livro? Aprender a cozinhar? Tudo começa com a primeira streak.

O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Vou-me Embora pra Pasárgada



E quando me perguntam porque eu me mudei para o interior...
"Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d'água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada."
- Manuel Bandeira

O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo