Menu

quinta-feira, 2 de março de 2017

O Melhor Amigo do Burguês

Boa noite meus caros!


É muito comum se ver discussões sobre relacionamentos na blogosfera de finanças. Sempre falam dos irrecuperáveis custos que filhos, muitas vezes associados aos problemas de um casamento, podem trazer para um aportador. Não é pra menos. Temos que ficar espertos com amigos/namoradas/esposas/filhos. Contudo, nunca vi sequer um post falando sobre cachorros. O mais fiel de todos os companheiros. A ideia não é convencer os leitores do blog a saírem torrando seu suado dinheiro com cachorros, mas apenas deixar aqui minha experiência.

Eu tenho um labrador que é muito companheiro, assino em baixo sempre que dizem que o cão é o melhor amigo do homem. Sempre que to meio pra baixo saio com ele para uma caminhada e pra tomar um solzinho, as vezes até "converso" com ele na medida do possível.

Ele nunca fica mendigando carinho, nem nada. Está sempre na dele. Ele sempre vem ao ambiente em que estou, para perto da saída, e fica sentado como se fosse uma sentinela de costas pra mim como se estivesse me defendendo, e assim que eu levanto ele levanta junto e vem para o meu lado, esperando pra me acompanhar até o próximo ambiente.

Nunca cheguei a bater nele, no máximo uma chamada de atenção ou uma puxada de leve na coleira sempre foram mais que suficientes. Ele nunca foi adestrado mas sempre faz xixi e coco no lugar certo e não me incomoda com nada. Além disso ele me "defende" mesmo já estando velhinho. É muito engraçado. Quando as crianças ou outros adultos saem na mão ele não ta nem aí, mas quando alguém vem com brincadeiras de mão pra cima de mim ele levanta e solta um rugido imponente. Parece besteira, mas é um sentimento muito bom saber que alguém se importa com você a ponto de entrar na briga pra te defender.

Eu sempre levo ele pra passear, e embora no começo isso fosse uma obrigação, isso passou a me fazer muito bem. Comecei a conhecer novas pessoas e acredito que a caminhadinha diária faz muito bem pra manter a saúde do meu corpo. Isso sem contar na atenção que boa ele chama. Já cheguei até a sair com uma mulher que me parou pra conversar sobre o meu cachorro, e acabamos trocando números.

Nem tudo é um mar de rosas, já tivemos uma enorme cota de aventuras juntos. Sobrevivemos a uma enchente certa vez. Em outra estávamos andando, e ele começou a parar. Nunca tinha visto ele fazer isso, pois ele sempre acompanha lado a lado. Quando vi, ele tinha machucado as articulações, e embora não latisse estava com uma dor insuportável. Então eu tive que carregá-lo nos braços por dezenas de quadras até chegarmos em casa.

Agora que ele está ficando velhinho, penso no que farei futuramente. Até dói pensar que ele vai partir um dia, gostaria muito que ele vivesse anos do que um ser humano. Diferente dos humanos que são traíras, o meu cachorro sempre escolheu ficar do meu lado pra tudo. Existe até uma pesquisa que mostra que os cachorros preferem o carinho de seu dono à comida. Mesmo eu sendo um burguês capitalista, para mim, confiança e fidelidade valem mais que tudo. To pouco me fodendo pros 200 reais mensais que gasto com ração e outras coisinhas pra ele, pagaria o triplo sem pensar duas vezes. Quando ele se for penso em comprar um cachorro que seja como ele, da mesma raça (Labrador), e em homenagem ao grande amigo que ele foi durante todos esses anos dar o mesmo nome. Agora que já tenho uma certa experiência, eu o adestraria desde o início.

O que vocês acham? Tem ou teriam um cachorro também?
Termino o post aqui, e conto com a opinião de vocês!

Bons ganhos e um grande abraçoo!

26 comentários:

  1. E aí Burguês?

    Já tive cachorro. Meu último morreu faz 02 anos e viveu 16 anos, era um Dachshund (salsicha).
    Realmente os gastos são altos para mantê-lo, o meu apresentou problemas nos rins e coluna quando chegou na velhice e me deu gastos altíssimos, mas por tudo que ele me proporcionou durante a vida, digo que valeu cada centavo.

    Às vezes chegava em casa estressado e puto da vida, saía pra uma caminhada com ele e já aliviava muito e ficava bem. Hoje saio pra caminhar sozinho e não é a mesma coisa...
    Futuramente terei outro cão.

    Abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito meu caro, sei que como é duro perder um cachorro!
      Eu sempre gostei dos salsichas, eles são super alegres.

      Eu super indico Goldens/Labradores, tenho certeza que você vai gostar.

      Grande abraço anon!

      Excluir
  2. Fala B.I, eu não teria, gosto de cachorros, mas não seria bom cuidador, talvez eu tivesse um gato, pois gato é mais independente !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que viadao do caralho. Vai manginar a vadia com seu gato vai

      Excluir
    2. kkkkkk cara, eu odiava gatos!
      Aí a minha mãe cismou de ter um e eu acabei me acostumando ao ter uma em casa, ela é uma belezinha.
      É um animal mais "educado" pela companhia vale a pena também!
      Contudo, ainda prefiro cachorros.

      Grande abraçoo meu caro!

      Excluir
  3. Tinha um dogue Alemão. Belíssimo e companheiro.
    O foda foi que precisei deixá-lo nas mãos de outros pq comecei a viajar pelo trabalho. Infelizmente minha mãe não conseguia dar a atenção necessária e ele praticamente morreu a míngua.

    Tiago Carvalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Tiago!

      Sinto muito em ler isso, espero que ainda volte a ter um companheiro desses, vale muito a pena!

      Grande abraçoo!

      Excluir
  4. E aí Burguês! Eu não pretendo ter cão pois meu irmão vizinho já tem 2 então eu vou lá, brinco com eles e depois vou embora sem ter que gastar com comida ou limpar o quintal cheio de merda e mijo uhauahauh!!! Pra mim é igual criança, eu até gosto, mas não pretendo ter tão cedo, brinco com o filho dos outros e se começar a chorar ou encher o saco eu devolvo e já era uahuaha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Tirano!
      kkkk ta aí uma qualidade que admiro em você, frugalidade e simplicidade extrema!
      Gosto do seu ponto de vista, no seu caso acho que eu também não teria, ainda mais se você for bem próximo do seu irmão vizinho.

      Grande abraçoo!

      Excluir
  5. Fala burguês, tbm tenho um labrador. Parece uma criança, não sai do meu lado quando to em casa é muito companheiro.

    Tem certos gastos nessa vida que se justificam e podem ser vistos como um investimento.

    Apenas gostaria de ter mais tempo com ele pois ultimamente tenho chegado tarde em casa e não tenho dado atenção necessária.

    Ótimo post, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é meu caro!
      Com certeza isso compensa!

      Valeu pela visita,
      bons ganhos e um grande abraçoo!

      Excluir
  6. E aí, Burguês,

    Desde que moro sozinho tenho o meu melhor companheiro tb comigo. Já são muitos anos de companhia pra todas as horas e nem gosto muito de pensar que uma hora terei que dizer adeus.

    Ainda não sei o que vou fazer depois, mas ainda tenho mais alguns anos de companhia bem garantida.

    Quanto ao custo, acho que é realmente muito baixo diante de todo benefício que a gente tem com essas companhias.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente EP!
      Gostei do relato cara, espero que a relação continue por muito anos!
      valeu pela visita meu caro,
      bons ganhos e um grande abraçoo!

      Excluir
  7. Fala burguês... sempre tive cachorro, mas eu sou um pouco desleixado para dar o carinho que eles merecem.... Atualmente dona esposa pegou um VL pequeno.... e ele vive dentro de casa... Mas minha paixão são gatos... Nunca gostei, até aparecer um da rua pedindo comida e acabou me adotando....hoje mora comigo...
    Acabei tendo mais gosto por gato por ser mais próximo da minha personalidade.... Gosta de ficar isolado, e mimos com o dono só por alguns minutos é já é o suficiente.... Além do que, fazem menos sujeira.... cagam e urinam na porra da caixinha... eles já nasceram sabendo fazer isto, é incrível......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara minha relação com gatos foi muito parecida, pra falar a verdade eu odiava esses bichos devido ao meu problema de alergia. Isso sem contar o excesso de pelos que eles soltam.
      Mas quando minha mãe decidiu ter um acabei me acostumando, acho hoje que são uma excelente companhia!

      Grande abraçoo MBF!

      Excluir
  8. Já tive uma cadela, depois que morreu fiquei muito triste, preferi nunca mais ter uma.

    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo o seu ponto, se envolver emocionalmente sempre custa cara de um modo ou outro.

      Grande abraçoo Uo!

      Excluir
  9. Fala Burgues,
    Morando em ap é complicado ter bicho, até de porte pequeno acho ruim. Talvez quando mudar para uma casa eu compro algum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que um gato te serviria bem meu caro!
      grande abraçoo

      Excluir
  10. Eu tenho 2 cães, um Husky Siberiano e um Labrador, ambos ótimos amigos, acho que não existe amizade mais forte e sincera do que a de um cão para com seu dono. Eu gosto de ter 2 pela questão de um fazer companhia ao outro quando não estou em casa. Eu sinceramente penso como você, 200 é pouco pra ter um amigo que te nunca vai te trair se você não maltratá-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, sempre gostei muito de Husky!
      Acho um animal maravilhoso, além de ser extremamente fiel, o que fode eles é o calor do brasil.
      Boa visão da companhia, nunca pensei nisso.
      valeu meu caro
      bons ganhos e um grande abraçoo!

      Excluir
  11. Tenho uma lavradora e minha esposa um "nhoque" foram as únicas coisas que partiram meu coração quando tive que me mudar pra fora. Quando cheguei esse ano foi só festa com eles. Cachorro é a coisa mais gostosa desse mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso imaginar, o meu fica triste sempre que eu vou viajar, ele percebe sempre ao me ver colocando as malas no carro e já começa a chorar. Da muito dó.

      Grande abraçoo VD!

      Excluir
  12. já tive vários cães, mas como eles vivem apenas 10 ou 15 anos prefiro não ter mais nenhum. o jeito é aproveitar o cachorro dos outros.

    abç!

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Ola Burgues... Conheci seu blog hoje e gostei muito desse post. Ja criei uma cadela so q ela teve um fim muito triste quem sabe eu va comentar sobre isso no blog q vou criar. Abraço confrade

    ResponderExcluir