Menu

quarta-feira, 25 de maio de 2016

A dieta do Burguês Inglório

Eu venho fazendo essa dieta há anos, e tenho tido bons resultados. Caso você tenha dificuldade para entende-la, sugiro ler o post introdutório sobre alimentação. Para seguir a dieta, sugiro que comprem uma balança.



Omelete do Burguês:
3 ovos inteiros
2 colheres de sopa de aveia
2 árvores médias de brócolis
2 fatias de presunto
2 fatias de queijo
1/4 de tomate batido
1/4 de tomate picado
1 mão de ervilhas

Refeições do dia:
100g de carne, frango ou peixe
100g de batata doce

100g de carne, frango ou peixe
100g de batata doce

100g de carne, frango ou peixe
100g de batata doce

100g de carne, frango ou peixe
100g de batata doce

100g de carne, frango ou peixe
100g de batata doce

100g de carne, frango ou peixe
100g de batata doce
Salada variada grande

OBS: É importante beber ao longo dia 3 litros de água ou mais.

Hipercalórico Caseiro do Burguês(opcional):
400ml de leite(integral ou sem lactose)
30g de manteiga de amendoim
30g de aveia
1 scoop de whey
1/2 banana média
1 bola de açaí

O omelete é a refeição mais importante do dia, só de adiciona-lo a sua dieta, já ira sentir uma diferença absurda em energia, humor e mudança corporal. Para faze-lo, basta jogar tudo no liquidificador/blender, exceto o tomate picado e as ervilhas, e pulsar até ficar misturado. Tente não deixar totalmente líquido e se ficar com uns pedaços muito grandes pique-os, principalmente as árvores de brócolis. Depois jogue o conteúdo do liquidificador em uma frigideira, leve ao fogo, e adicione as ervilhas e o tomate picado sobre o conteúdo. Basta então ficar mexendo o alimento até que ele fique dourado, aí estará deliciosamente pronto para o consumo.

Caso queira adaptar a dieta para seu consumo, basta mexer nas porções de 100g.
Exemplo: se eu o meu peso subir, eu precisarei de mais nutrientes para quebrar os platôs. Se aumentar 10g de carne/frango ou peixe e 10g de batata doce por refeição, isso resultará em um aumento de 120g de comida a mais/dia. É uma quantidade considerável. O mesmo vale para a redução: 90g-90g.

Independente da hora em que eu vá treinar, eu como uma refeição 1h antes do treino. Logo após o treino tomo um scoop de whey protein. 30~45 minutos depois do treino como outra refeição. O restante das refeições costumo dividir em partes iguais pelo número de horas que ficarei acordado ao longo do dia, começando por 2h depois que comi o omelete e terminando 1h antes de dormir.
Antes de dormir tomo o hipercalórico, mas ele é apenas porque tenho dificuldades de ganhar massa muscular.

Como trabalho e não gosto de ficar preparando no dia a dia, eu preparo TODAS as refeições de frango com batata doce no final de semana e ensaco em um daqueles saquinhos de fruta de mercado e congelo. Um dia antes eu passo para um pote melhorzinho e coloco na geladeira. Assim fica fácil seguir a dieta e a economia é absurda. Eu não tenho VR/VA por ser estagiário, mas se tivesse com certeza iria vender o que sobrasse e aportar o dinheiro.

E aí colegas, o que acharam da dieta? Sugestões são sempre bem-vindas!
Bons ganhos e um grande abraçoo!

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Como anda a moto do Burguês?


Puxa vida, me lembro como se fosse ontem do dia em que escolhi minha moto. Todos ao meu redor diziam que eu tinha feito um mal negócio e estava arriscando minha vida por besteira. A verdade é que eu não gostava da ideia de ter moto também, mas gostava menos ainda da ideia de ser um escravo do meu carro. Hoje, pouco mais de um ano depois, percebo que aquela foi uma das melhores escolhas que eu já fiz na minha vida pessoal e financeira. Sem a moto, eu não teria emprego, meu patrimônio ainda estaria negativo, eu não teria progredido fisicamente(regredido talvez?) pois não conseguiria ir na academia com frequência e estaria completamente arrependido.

A moto não é muito confortável e, embora eu odeie admitir, vez ou outra sinto uma certa vergonha de ir em alguns lugares pelo modo como as pessoas encaram com olhar esnobe uma scooter como a minha. Parece que elas veem como um brinquedinho de plástico.

Independe disso, ela tem sido uma verdadeira mão na roda, e tem uma maravilhosa média de consumo histórica de 41km/litro. Sempre tem vaga, nunca tem trânsito. Tem um espaço legal para guardar coisas embaixo dela. Não pago pedágio. Não é visada, por isso não pago seguro. Outra alegria é pagar o IPVA. 107 reais anuais. Encher o tanque com gasolina aditivada sai por R$18,50. A manutenção média a cada 4 mil km sai por cerca de R$ 300,00 incluindo troca preventiva e mão de obra.
Abaixo seguem informações mais precisas:
  • Resumo dos últimos 30 dias: 
  • Consumo de KM/L:
  • Gasto total desde a compra(fev/2015 a mai/2016):

Abastecimentos: inclui gasolina, ou gasolina aditivada
Manutenções: Inclui TODOS os gastos com concessionária, eu sempre faço tudo  o que precisa, e costumo trocar as coisas de com antecedência, sendo essa a manutenção preventiva, de acordo com o manual.
Despesas: Inclui o preço da moto, despachante, documentos, jaqueta, 2 capacetes, calça de chuva, polaina, descanso lateral, antena corta-pipa, impostos, as luvas e o seguro que eu havia fechado no primeiro ano.

Como podem perceber, os meus gastos com a moto tendem a cair vertiginosamente daqui pra frente, e se manterem próximos da tabelinha dos últimos 30 dias, visto que as despesas foram quitadas.
O engraçado da minha moto, é que vez ou outra, quando checo os preços da tabela FIPE, vejo que ela teve uma valorização. Eu paguei R$6.290,00. E hoje, uma semelhante a minha está em torno de R$6.100,00. Não pretendo vende-la, soube que ela banca facilmente 70 mil quilômetros rodados. Em alguns casos já chegou em 130 mil.

Como ficarei de férias em julho, o baixo custo para me transportar com a moto será de grande ajuda, estou cogitando até fazer algumas viagens com ela. Se eu fizer, relatarei pra vocês.

Bons ganhos e um grande abraçoo!

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Introdução aos Nootrópicos

 
Muito se discute sobre saúde e exercícios mas o mais comum é que o órgão mais primordial no assunto seja deixado de lado: o cérebro.

Desde os anos 50 a neurociência vem fazendo descobertas incríveis que podemos utilizar para melhorar nossa memória, foco, alerta, ou outras atividades cognitivas cerebrais. Essas descobertas levaram ao nascimento de uma classe de substancias conhecida como nootrópicos, que podem ser explicados como uma família de "drogas inteligentes", mais precisamente são compostos naturais ou artificialmente sintetizados que podem otimizar as habilidades cognitivas cerebrais.

Embora o termo seja algo novo, muitas das mais antigas culturas conhecidas usavam estas substancias, sendo que algumas das ervas que compõe esta família eram usadas desde 5000 A.C. Uma das mais utilizadas e presente em quase todas as culturas do mundo é o café, que vem sendo utilizada em forma de chá desde 1500 A.C.

Os nootrópicos são sem dúvidas uma poderosa arma para todos aqueles que querem melhorar a eficiência de seus treinos, trabalhos ou estudos.

Benefícios Cognitivos dos Nootrópicos
  • Memória: Alguns nootrópicos podem ajudar a manter a saúde da memória, normalmente eles atuam no curto prazo, mas possuem efeitos no longo prazo também, combatendo doenças como Alzheimer ou Parkinson.
  • Foco: Se você já tomou café sabe exatamente que efeito esperar das substancias que melhoram o foco e a atenção. Os nootrópicos que estimulam estes efeitos provocam um estimulo de alerta, mas ao mesmo tempo mantém a mente limpa atuando de forma clara. A cafeína é uma das mais potentes e reconhecidas.
  • Otimizador de Humor: Alguns nootrópicos reduzem a ansiedade e melhoram o humor, por consequência costumam melhorar a autoestima também. Muitas pesquisas mostram que estes efeitos ajudam o cérebro a performar melhor em testes cognitivos.
  • Anti-Fadiga: Atuando como bloqueadores de certos receptores ou promovendo uma síntese energética mais eficiente, alguns compostos estimulam o cérebro e o corpo a trabalharem por mais tempo e mais eficiente.
  • Raciocínio e Criatividade: Algumas poucas substancias da família dos nootrópicos mostraram uma substancial melhora em testes de raciocínios e criatividade. No entanto, estes não são efeitos muito comuns.

Embora pareçam pesados e perigosos, boa parte deles já foram ingeridos por vocês em algum momento durante a vida, e é provável que alguns até façam parte da dieta de muitos leitores. Esse foi um post introdutivo, nos próximos escreverei sobre os nomes das substâncias, onde comprar e quais as regras para se utilizar.

Bons ganhos e um grande abraçoo!

terça-feira, 10 de maio de 2016

A diferença entre agências e cemitérios


Eu já comentei algumas vezes aqui que trabalho em um banco varejista grande atualmente. Também já foi falado sobre a diversificação da minha carteira de FIIs. Ainda que primeiramente agências estivessem para ser incluídas na minha carteira eu tenho refletido mais sobre o assunto e ficado cada vez mais relutante.

No nosso banco sabemos que os maiores concorrentes ainda estão por vir, ascendendo velozmente a partir da tecnologia. Cada vez mais as pessoas passam a utilizar seus smartphones e pcs para realizar operações bancárias, que além de mais práticas são mais seguras. Afinal estamos no Brasil, país onde o índice de roubos e violência é altíssimo.

Por estes e outros motivos, como corte de custos, redução de processos trabalhistas ou até mesmo redução de erros humanos, eu fico me perguntando: Qual é o futuro das agências?

Shoppings e escritórios mudam facilmente suas lojas ou estruturas. Faculdades não serão substituídas pela internet tão cedo, ainda mais no caso do Insper (FCFL11B). Agora já no caso das agências, não vejo que modelo de negócio poderia substituir efetivamente as unidades de um BBPO11 ou SAAG11...

Alias, não vemos planos para expansão do número de agências, tampouco enxergamos a importância de tê-las em todos os cantos como antigamente. Há alguns anos atrás era fácil ouvir: banco X tem mais agencias, banco Y está melhor porque está em todo o lugar. Hoje é raro ouvir isso. As novas unidades que foram abertas em 2014 e 2015 foram em boa parte graças aos acordos fechados com o governo para movimentar a economia, principalmente quando o Joaquim Levy entrou no cargo da fazenda. Eu não vejo isso acontecendo tão cedo novamente.

Na outra ponta temos os cemitérios, que abrigam pessoas que já não estão ou deixarão de estar entre nós por prazo indeterminado. Isso faz dele um papel quase perpétuo! E este tipo de investimento é o que eu opto para incluir na minha carteira. Considero bem positivo o lançamento desse novo fundo e torço para que mais fundos como este entrem no mercado.

E vocês, o que acham a respeito do futuro das agências e dos FIIs?
Bons ganhos e um grande abraçoo!

sexta-feira, 6 de maio de 2016

O especialista




Um médico passa a vida estudando, primeiro tem o ensino fundamental, em seguida vem o ensino médio. Depois ele faz (em média) 3 anos de cursinho. Entra em uma universidade na qual passará um longo período. Ao sair já se prepara para a pós graduação. Depois vem o mestrado. Tic tac, e o tempo está passando.

Aos 30-35 anos de idade ele finalmente se torna um especialista na área escolhida. Ele tem um bom salário, agora pode viajar e fazer cruzeiros uma vez ao ano. Ele tem prestígio, e isso é muito bom, afinal todos queremos estudar durante 20 para isso não é? Ele tem uma Evoke marrom incrível, com teto solar, bancos de couro claros e uma mulher maravilhosa. Contudo, é apenas um especialista.

Todos os especialistas da mesma área são iguais. E todo o especialista, por ser um especialista, é igual ao especialista de outras áreas. O que os difere é apenas a área de atuação, ou, filosoficamente falando, as correntes e o local em que voluntariamente escolheram para se escravizar.


O especialista não sabe plantar os alimentos básicos que precisa para sobreviver, não sabe fazer a manutenção básica de sua residência, não sabe defender sua casa (nem mesmo segurar uma arma), consertar seu carro, acender uma fogueira ou manusear facas, não compreende a política, a filosofia ou a economia que está por trás de todo o dinamismo do sistema  que silenciosamente o torna uma mera engrenagem.

Seguindo essa linha de raciocínio acima eu percebo que não há nada de especial em ser um especialista, e definitivamente eu não quero ser um deles. Quando eu crescer eu quero ser um autodidata generalista.  

A diferença é drástica entre conhecer o caminho e trilhar o caminho.



Little boxes on the hillside,
Little boxes made of ticky tacky,
Little boxes on the hillside,
Little boxes all the same.
There's a green one and a pink one
And a blue one and a yellow one,
And they're all made out of ticky tacky
And they all look just the same.
And the people in the houses
All went to the university,
Where they were put in boxes
And they came out all the same,
And there's doctors and lawyers,
And business executives,
And they're all made out of ticky tacky
And they all look just the same.
And they all play on the golf course
And drink their martinis dry,
And they all have pretty children
And the children go to school,
And the children go to summer camp
And then to the university,
Where they are put in boxes
And they come out all the same.
And the boys go into business
And marry and raise a family
In boxes made of ticky tacky
And they all look just the same.
There's a green one and a pink one
And a blue one and a yellow one,
And they're all made out of ticky tacky
And they all look just the same.
  Little Boxes,
Malvina Reynolds

Bons ganhos e um grande abraço!

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Volatilidade e o País das Commodities

 

Recentemente o mercado brasileiro tem mostrado um bom desempenho, devido principalmente a especulação de que a Dilmanta pode vir a sair do cargo presidencial. Desde o final de janeiro de 2016 o real teve uma alta de 12.2% (hora de comprar dólar?) e o Ibovespa obteve alta de 39%.

Os resultados são excelentes e mostram a esperança de um fim para a nossa crise política. Contudo, de certo modo inesperadamente, o mercado não vem seguindo o curso de alta de acordo com os processos do impeachment. Como devem bem lembrar, logo após a palhaçada votação da câmara, o Ibovespa fechou em baixa de 0.6%.

Mas qual é a explicação pra isso?

De acordo com um relatório da Capital Economics' David Rees: No Brasil, quem manda é o preço das commodities.


Além disso, não podemos subestimar que o dólar estava sobrevalorizado frente às outras moedas mundiais como o Euro (U$ 1.08/EURO).

Ainda no relatório a equipe afirma que independente da razão, seja o impeachment ou as commodities, eles suspeitam que os melhores dias para o mercado brasileiro estão para trás, principalmente para aqueles que gostariam de entrar. Dificilmente o preço das commodities vai subir muito e, inclusive, preveem uma correção em forma de queda para cerca de U$45.00/tonelada do minério de ferro, já para o petróleo também espera-se que feche o ano em torno de U$45.00/barril.

E aí, qual é o pitaco de vocês sobre as recentes altas?
Bons ganhos e um grande abraçoo!

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Gambling: A estratégia de Martingale e Paroli


Eu cresci ouvindo que quem aposta perde tudo. E por isso sempre tive um sentimento negativo em relação aos jogos de aposta. Contudo, passei por um período na minha vida onde tive de quebrar alguns paradigmas para poder progredir. Além disso, depois de descobrir que apostas são um traço universal da humanidade, presente de alguma forma em todas as culturas do mundo, ter tido experiência com jogos e ler o livro Os Axiomas de Zurique, mudei um pouco a minha visão de mundo.

Eu não sou a favor de apostar altas quantias em jogos de azar, mas compreendo que, como em todas as áreas da vida, é fácil encontrar um certo número de irresponsáveis e culpar toda uma comunidade. O fato é que nesse meio, aprendi algumas técnicas que são muito valiosas para a vida, e gostaria de compartilhar com vocês a estratégia de Martingale e a estratégia de Paroli. Elas são simples e concisas.



Martingale
A estratégia ganhou popularidade na França no século 18. Ela consiste em dobrar a aposta quando perder considerando que a chance seja de 50% e o retorno seja de 100%. Para exemplificar vamos imaginar que temos R$ 10,00 e iremos apostar contra um amigo. Se der cara ganharemos R$ 20,00. Se der perderemos os R$10,00. Como resultado tivemos coroa. Se você apostar novamente R$10,00 pode recuperar o valor perdido, mas é ai que entra a estratégia de Martingale, o objetivo dela é recuperar o valor perdido incluindo o retorno esperado da primeira tacada. Desse modo devemos apostar R$20,00 com 50% de chance de receber R$40,00. Assim o valor apostado total será de R$30,00 e o lucro de R$10,00. E se perder novamente, deve se apostar R$40,00. E se perder novamente a próxima aposta deverá ser de R$80,00. Até ganhar. Quando ganhar, o jogador deve voltar a aposta inicial de R$10,00.

É claro que se fosse assim todos venceriam os cassinos, por este motivo a casa normalmente tem uma % ligeiramente maior do que 50%. Na roleta por exemplo tem o quadradinho branco, nas apostas esportivas os sportbooks calculam um retorno menor. Os dados como no SatoshiDice, deixam você escolher sua probabilidade, mas o retorno com a chance de 50% não paga o dobro, por isso a estratégia de Martingale tem de ser recalculada, pois o valor da re-aposta tem que ser mais que o dobro para compensar o retorno, não suficiente temos o problema de não termos dinheiro infinito para duplicar sempre a aposta.

Ainda assim, podem perceber que esse tipo de estratégia pode ser usado em ações, principalmente naqueles que utilizam o preço médio como medida. Sempre que as ações caírem, basta "dobrar a aposta" reduzindo o peso do preço pago inicialmente e aí, considerando que a empresa não vá a falência, quando o preço dos papéis ultrapassar do preço médio, o investidor pode vender e embolsar o lucro.


Paroli
Existe também uma estratégia oposta conhecida como estratégia de Paroli. O jogador estipula um número de vezes consecutivas para acertar e aí vai dobrando a aposta até atingir esse número. Como exemplo podemos supor uma jogada na roleta onde o jogador dobra a aposta sempre que ganha até atingir 3 vitórias consecutivas, ao vencer as 3 consecutivas ou perder 1 ele volta a apostar o valor inicial. Essa é uma estratégia legal para se usar no mercado de ações. Você escolhe algumas empresas para compor seu portfólio e vai aportando um valor periodicamente, contudo, se uma empresa supera suas expectativas no próximo trimestre em meio a um cenário não favorável, você aumenta a % de capital alocado nela, e no próximo trimestre se ela supera você aumenta de novo, e de novo. Na terceira vez você faz último aporte percentualmente desigual e retorna para o aporte inicialmente estipulado. Seria como uma "bonificação" pelo bom resultado da empresa, que influenciaria diretamente o resultado futuro da carteira.

E vocês, conhecem alguma estratégia legal para compartilhar?
Bons ganhos e um grande abraçoo!