Menu

domingo, 24 de abril de 2016

Hair Today, Gone Tomorrow!



Boa tarde pessoal!
Esse é um post atípico, não pretendo falar mais sobre isso no blog, no entanto acho bom compartilhar a minha experiência. Pra mim cabelo é muito importante no visual de uma pessoa, e cada pessoa tem um que encaixa-se melhor nela. Por isso não vou abordar sobre o estilo, falarei apenas sobre como manter ou recuperar o seu.

Hoje eu tenho menos de 25 anos de idade e de um semestre pra cá comecei a perder muito cabelo. As entradas que eu tenho, que são naturais de todo o homem, passaram a aumentar nesse período.
Por um lado eu admiro aqueles que são capazes de enxergar isso como algo natural e apenas deixar que a vida siga seu curso, porém, eu não assim e vou lutar contra a minha queda de cabelo até os últimos dias da minha vida! hehehe

Sabendo do meu problema decidi ir pesquisar, e descobri que isso é causado porque o meu tipo genético converte testosterona em DI-hidrotestosterona (DHT), e isso acaba gerando oleosidade  e fechando os folículos e o cabelo vai sumindo pouco a pouco. Isso chama-se alopecia androgenética.
Para combater isso existem alguns métodos que encontrei depois de dias de pesquisa e vou menciona-los abaixo:

Cetoconazol:
Eu optei pelo shampoo. Experimentei duas marcas e o da Medley foi infinitamente melhor. O cabelo fica excelente, não da alergia, reduz a oleosidade, elimina a caspa e tira é antifúngico(remove todos os odores ruins). Eu só usei esse "remédio" com banho de sol e cenouras e meu cabelo voltou a crescer fortemente em 3 semanas. Eu sugiro que você use dia sim dia não, mesmo que não tenha problema com quedas. Esse shampoo é bom demais, mas para que ele tenha o efeito desejado é preciso deixar ao menos 5 minutos reagindo no couro cabeludo.
Finasterida:
É um remédio que bloqueia a conversão da testosterona em DHT, isso acaba totalmente com a queda de cabelo, no entanto tem pode causar um efeito indesejado. Ela diminui a libido sexual para quem toma por longos períodos(mais de 3 anos) e a produção de espermatozoides diminui bastante também se a pessoa tomar muito tempo. O engraçado é que a testosterona aumenta, e isso ajuda inclusive a ganhar músculos e diminui as chances de câncer na próstata. Se fazer sexo for um dos maiores prazeres da sua vida, sugiro ficar longe deste aqui, ou fazer ciclos por 6 meses e parar por outros 6.
Minoxidil:
É uma loção que estimula o crescimento de pelos de modo geral, tem até um grupo no Facebook lotado de adolescentes que usam para aumentar a barba e os resultados são assustadores.Sol:
O sol é muito importante para a saúde do cabelo, pele, olhos, etc. Como eu trabalho em escritório o dia todo e raramente tomo sol, isso fez com que eu desse uma enfraquecida na pele e no cabelo. Tomar sol é fundamental para manter a saúde.Vitamina A:
A é a principal vitamina que cuida da saúde do cabelo, pele, olhos, etc. Basta comer uma cenoura por dia.

Bons ganhos e um grande abraçoo

segunda-feira, 18 de abril de 2016

4, 8, 15, 16, 23, 42


Eu desde pequeno tive uma personalidade pró construção, sempre quis e gostei de construir coisas grandiosas. Eu achava que era comum, até que um amigo meu de longa data me classificasse como megalomaníaco enquanto relembrava meus feitos.


Quando eu tinha 8 anos me propus a fazer kung fu, pois sempre fui fã do bruce lee. Parei aos 11 quando venci pela 3a vez o campeonato paulista de katis.
Certas vez, ainda com uns 10 anos, minha mãe me desafiou a tomar um banho de água gelada por um dia, e como eu era todo boyzinho e estava acostumado com a água quentinha todos acharam que eu não bancaria. Estavam enganados. Tomei somente banho gelado durante 90 dias, incluindo durante um forte inverno, o engraçado é que eu sofria, meu corpo contraía fortemente como se fosse a primeira vez, mas de certo modo curtia aquele sofrimento.

Ai veio a época dos computadores, comecei a gostar deles e passei a me apaixonar por todo aquele complexo mundo da computação. A imersão em tudo isso me tornou um autodidata nato. Lembro até hoje do dia em que comecei a mexer no mouse, eu era péssimo. Fui melhorando exponencialmente até vencer campeonatos de counter-strike, costumeiramente figurava nos top 30 dos servers da UOL. Já cheguei até a fazer entrevista para uma rede de lan houses forte na época e sai na revista deles.



Mas não parou por ai, comecei a jogar Tibia e decidi que ia pegar level 100, pra quem nunca ouviu falar, é (ou pelo menos era) uma tarefa extremamente complicada. Como raciocínios extremamente objetivos e disciplina eram necessários demorei um pouco pra chegar lá, ainda tenho o meu personagem, considero ele um troféu, sou level 141, para conseguir eu tive que aprender, aos 13 anos, programar em .lua. Fiz scripts para um bot completamente sozinho para uma conta auxiliar onde o programa ficava 24/7 ativo. Ele abria a minha conta, entrava no personagem, ficava caçando, juntando grana, voltava, depositava pra minha conta principal e ai entrava no próximo personagem, e repetia o processo. O meu inglês se desenvolveu muito, e em 6 meses me tornei o mais rico do server e tinha uma casa ostentadora que valia em reais hoje, pelo menos 12 mil, mas na época nem ligava pra dinheiro. Somando o valor de tudo incluindo as contas, hoje seriam pelo menos 20 mil reais.


A magia do PC continuou a me encantar, mas dessa vez foi pelo hardware, aos 14 anos comecei a mexer com a CPU/GPU, formar clusters, fazer overclock, e aquilo foi muito longe. Fui melhorando ainda mais meu inglês pelo 4chan com os profissas de pc da época, e o meu vício só não foi pra frente porque não tinha dinheiro e meus país começaram a me "proibir" de avançar nele. Para se ter uma ideia, o meu último projeto foi um PC resfriado com radiador de carro adaptado, algo menos potente teria fritado completamente o sistema. Meu cérebro parecia uma máquina nessa época, fazia cálculos de física que hoje não sei fazer, como transformar graus em fahrenheit, calcular a energia necessária para as placas e o custo que isso resultaria na minha conta de luz, mesmo nem sendo minha obrigação paga-lá.

Como consequência da computação hacking se tornou um hobbie, a primeira vez foi na escola, percebi que eles usavam um sistema chamado VNC e a versão antiga a senha ficava "aparente" em forma de asterisco, não deu outra, baixei de um site conhecido um aplicativo que era capaz de exibi-las. A senha era springer (o nome da marca do ar condicionado), passei a senha para todo mundo da sala, e logo todos estavam hackeando uns aos outros, foi divertido. Quando surgiu o twitter, surgiram também vários sites para "ganhar seguidores", achei uma falha em um deles e consegui atingir 46 mil seguidores em 1 mês. Mais pra frente, ao entrar na faculdade, advinha que programa usavam para controlar o pc dos alunos?


O tempo passou, a puberdade chegou e comecei a me interessar mais por mulheres, mais do que deveria, pois mesmo antes disso já tinha dado alguns amassos. Isso me incentivou a começar a academia aos 15 anos e, em pouquíssimo tempo, me transformei no paranoico da família com alimentação e descanso. Logo na minha primeira semana comprei um livro do Arnold Schwarzenegger chamado Enciclopédia de Fisiculturismo e Musculação, terminei de ler as 750 paginas em duas semanas pois queria ter uma base boa. Passei a desenvolver meus métodos e completa-los com outras matérias que eu tinha aprendido na escola, lendo sobre biologia, física, química e nutrição. O limiar foi me pesar diariamente, anotar no Excel e recalcular os nutrientes, além de combar Cobavital com whey, creatina, BCAA, e uma alimentação proteica diversificada por mais de um ano consecutivo. Ganhei 11 quilos nos primeiros 12 meses, não suficiente, perdi 2 de gordura, o que resulta em 13kg de massa muscular. Hoje basta alguém me oferecer um alimento que os cálculos começam a se fazer sozinhos e eu fico pensando na produção de hormônios, síntese proteica, queima de gorduras, sensibilidade da insulina, isso já está fortemente internalizado em mim.
 Agora chegou a épocas das finanças...


E vocês, quais limites já alcançaram?
Bons ganhos e um grande abraço!

quarta-feira, 6 de abril de 2016

A Importância de ter o Direito de se Armar






Eu sou um homem cético, não acredito que o estado pode me defender, e muito menos me julgar. Não acredito no poderio estatal. Acredito em ação e reação; liberdade e responsabilidade; chance, risco e decisão. Dito isso, fica claro entender por que sou um forte defensor de armas. Se você está procurando por argumentos, sugiro que leia aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. Gostaria de aproveitar pra contar a história  de um fato que ocorreu comigo.

Certa vez estava voltando de um churrasco na casa de um amigo de carona com outro amigo, e ele tinha um carro SUV bem legal. Como eu estava sem controle, pedi pra minha mãe abrir o portão pra mim. Quando ela abriu, nós embicamos o carro, e logo atrás de nós entrou um GOLF ano 2004.
Desceram 4 chimpas daquele carro, 3 deles armados com pistolas, revólveres e sangue nos olhos. O tempo inteiro eles batiam em mim, na minha família e nos meus amigos. Mijaram na minha mesa de jantar. Apavoraram meu irmão mais novo, que na época tinha 9 anos de idade e espancaram o meu padrasto. Os bandidinhos pegaram tudo o que podiam, desde controle de PS2 até lustres, roupas, meias, cuecas usadas e tênis. O tempo inteiro ameaçavam colocar fogo na minha mãe na frente de toda a minha família ou sumir com meu irmão.

Ficavam brincando com o álcool, espalhando ele pela casa inteira e acendendo um cigarro pertinho do material inflamável. Ao final fomos amarrados como animais e ficamos presos até que um de nós conseguisse se soltar. Quando conseguimos nos soltar, chamamos a polícia imediatamente, ela veio até a nossa casa, e disse que nada poderia ser feito, mas que poderíamos fazer um b.o.
Todos os dias da minha vida me lembro deste momento como se ele estivesse acabado de ocorrer e já fazem quase 5 anos.


O fato é que as armas não matam pessoas. Pessoas matam pessoas. Porque eu, como um cidadão de bem que nunca ofereci perigo algum a sociedade, um mero trabalhador sem passagem na policia, não posso ter uma arma? Tenho CERTEZA de que se toda a residência possuísse uma arma em casa e o direito de defender seu patrimônio aquilo dificilmente teria ocorrido como ocorreu. Os bandidos pensariam duas vezes antes de entrar na casa de um cidadão de bem, ameaçar sua família e roubar seu patrimônio conquistado com muito suor.

E você? O que acha das armas?